LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

29 de junho de 2016

Aproveitamento de camisa social

Adoro um reaproveitamento.
Essas ideias para aproveitar as camisas que sofreram algum desgaste e não caem bem são ótimas.
As propostas são da Revista Burda.


O pinterest também tem muitas propostas interessantes:
Artigo de www.decoracaoeinvensao.blogspot.com.br

Artigo de www.espacoinfantil.com.br
Artigo de www.guriasdeideias.blogspot.com.au

Roupas para festa junina - tema retirante

A filha de uma amiga precisou de uma roupa para se apresentar na festa junina da escola com o tema "retirante", inspirado numa novela da Globo, como não assisto TV não sei detalhes da trama.
A gente deu uma pesquisada na internet, e se destacou o trabalho de Mestre Vitalino, ceramista de Pernambuco, com famílias de retirantes pintadas com cores fortes e vestidos de flores.
Daí escolhemos chita como tecido para as peças, e no lugar do vestido, saia e colete.

O molde do colete usei da Burda, teoricamente uma peça para meninos.
Sei que colete é uma peça relativamente fácil, mas o molde ficou perfeito.


Como a peça precisava de um ar rústico, não coloquei forro.
Para o acabamento da cava usei viés, não tinha vermelho, usei marrom que era o viés estreito mais próximo que eu tinha em casa.
Como acabamento do decote passei uma costura com zig-zag miúdo ao redor e cortei com tesoura de picote para dar uma desfiadinha.


A saia foi feita com um retângulo fechado, elástico no cintura, e o mesmo acabamento do colete na barra.

A criança usou com camiseta de manga comprida por baixo do colete e meia e bota, para aguentar o frio.

28 de junho de 2016

Tingimento natural - especial Burda

Uma matéria bem completa da Burda mostra como tingir com ingredientes naturais, e qual o resultado de cor com cada técnica, usando fixador ou não.
Para quem está interessado em tingir as próprias peças, como é o meu caso, a matéria veio bem a calhar.



25 de junho de 2016

Gola de tecido avulsa para aquecer neste inverno

Na Revista Manequim tem matéria ensinando a fazer uma gola de tecido para enfrentar o frio.
Mais informações e molde no site da revista.


Capas para almofadas listradas

Ela me pediu ajuda para fazer algumas coisas para a decoração nova.
Aqui umas capas para almofadas em tecido aquablock.


Gosto muito de trabalhar com aquablock, ele é firme e encorpado, fácil de costurar.
O preço é que não é dos melhores. As estampas também não ajudam muito, muito grandes ou listras e xadrezes, mas quando acho alguma bem interessante compro pra transformar em bolsa.

24 de junho de 2016

Peso para papel, para usar para segurar moldes

Faz tempo que vejo uns blogs gringos usando peso para segurar o molde sobre o tecido, e achei a ideia muito boa, nunca gostei de usar alfinetes para fixar. Menos ainda em molde de bolsa, que a gente passa pro tecido tão rapidinho.


Procurei pedra, cheguei a pedir em uma marmoraria, mas me enrolaram e não me deram os caquinhos.
Daí fiz obra aqui em casa e sobraram esses registros, são peças de metal bem pesadas.
E a tampa de vidro era de uma bomboniere que eu gostava muito, mas que deixei cair e o pote quebrou.
Para dar um acabamento melhor comprei uma vela para encher os vãos das peças.

Daí, vendo uns vídeos no YouTube descobri que dá para cortar as cápsulas de nespresso com os furadores de papel, resolvi experimentar. (foto tosca do celular)

 Então derreti a vela (primeira vez da vida) e enchi as peças.

Coloquei os gatinhos cortados no alumínio do nespresso para decorar.
Eu achava que a vela ficaria mais transparente, acho que comprei a vela errada.

 Gostei bastante do resultado, estou usando sempre.
Gosto de um reaproveitamento.

23 de junho de 2016

Equipamentos - Faz pompom da Pingouin

Já faz algum tempo que comprei e uso o faz pompom da Pingouin.
Ele é bem prático de usar, e custou bem barato perto das concorrentes importados.

Na embalagem tem o passo a passo para usar.

Fiz outro dia, para testar, uns pompons coloridos.
Comecei com um pouco de car em cada metade do equipamento.

Depois cobri tudo com rosa.

Juntei as peças como explica no rótulo. Passei a linha entre as partes, tem um caminho bem fácil.

Depois de amarrar o fio, é só remover as partes do equipamento.

Uma peça finalizada com pompons feitos com o equipamento.

22 de junho de 2016

Vomitadores (protetores de ombro) para bebes (e pais)

Fiz um curso um dia desses com duas pessoas grávidas.
Resolvi fazer um vomitador de presente para cada um.
Não sabia se seriam meninos ou meninas, então peguei os tecidos que eu tinha em casa e viés amarelo, e pronto!
Essas peças são bem fáceis de fazer, num minuto estão prontas, e dizem que são úteis.

 

O lado de baixo fiz com tecido de fralda duplo. Acho o mais confortável para a criança.


21 de junho de 2016

Bijuteria com mosaico de contas


Mosaico é tipo terapia, né?
Eu não tenho paciência para ficar montando nada muito elaborado, e essa é minha dificuldade para fazer peças de bijuteria.
A Burda ensina a fazer peças “simples” e de grande impacto.



Mais uma ideia, aplicação do mosaico em bolsas:

20 de junho de 2016

Cachecol infantil rosa, lilás e branco

Recebi a encomenda de um cachecol infantil, tamanho 4/5 anos, nas cores rosa e lilás.
Com a combinação escolhida não achei lã, achei a lã D`Primeira da Cisne lilás, rosa e branco.


Fiz o cachecol por uma receita da internet, não tenho prática em fazer peças para crianças.
Comprei dois novelos da lã por recomendação da vendedora, deu na conta certa, faltou para os pompons. Melhor comprar três novelos para não ter erro.
Usei agulha número 5. Coloquei 21 pontos (mas pode ser qualquer número de pontos ímpar) e trabalhei em gaita assim: *2m, 2t*, vai sobrar ou um meia ou um tricô. Todas as carreiras são iguais: *2m, 2t*. Fica uma gaita bem bonita e fica alto o trabalho.
De acordo com a receita na internet, 100 cm é um bom comprimento. Fiz com esse tamanho.
Fiz os pompons para colocar de acabamento nas pontas.


19 de junho de 2016

PAP - Caixas de tecido para organizar gavetas

Achei no Pinterest a ideia de fazer a caixinha para organizar gavetas.
Já usei em três gavetas aqui de casa.

Resolvi fotografar o passo a passo para quem queira aproveitar a ideia e ficou na dúvida de como fazer.
Para facilitar a vida usei um retângulo de tecido para cada peça. o Cálculo funciona assim:
Você tira a medida do lugar onde vai ficar a caixinha (cesto). No caso que vou mostrar, tirei as medidas da gaveta da cozinha. Fiz um desenho em escala em folha branca. Dividi como eu achava que ficaria bom. As três caixas para os talheres maiores - garfo, faca e colher de sopa; duas caixas para os talheres menores - garfo e colher de sobremesa uma caixinha para espátulas de passar coisas no pão e outros pequenos utensílios; duas cestas maiores para colheres de servir - colher de arroz, concha, espátula de bolo. Na foto o meu esquema de distribuição.



A partir das medidas finais, fiz assim:
  1. Na medida do comprimento (a maior) acrescentei uma vez a largura que eu queria para o cesto (no caso 7 cm ou 10 cm) + margem de costura (1,5cm a 2 cm).
  2. Na medida da largura acrescentei duas vezes a altura (que decidi que seria de 6 cm, ou seja 12cm) + a margem de costura.


Usei para o fundo da cesta tecido de pano de prato (ganhei uns metros mas não faço pano de prato, então estava parado no armário há algum tempo); para a parte de dentro (o que aparece na gaveta) usei tricoline; e reforcei a tricoline com entretela de tecido grossa (pra cestinha ficar firme).

1. Entretelei a tricoline, dobrei os tecidos ao meio no comprimento e costurei as laterais.
2. Depois fiz canto de caixa de leite em todas as peças. O canto vai depender da largura final de cada caixa. No meu caso, para os talheres a largura foi de 7 cm e para as caixas maiores 10cm.

3. Virei a parte de tricoline para fora e vesti com o tecido de pano de prato também com a costura para fora, alfinetei e costurei a abertura superior, deixando um espaço para virar a peça. Fiz assim porque acho mais fácil de costurar na minha máquina que não tem braço livre.

4. Virei a peça para o direito, acertei a abertura e fechei com alfinetes. Passei uma costura de acabamento em toda a abertura superior aproveitando para fechar a abertura usada para virar (a preguiça não me deixou dar pontos à mão, mas nem se percebe este deslize).


Daí é só colocar na gaveta e aproveitar.

18 de junho de 2016

Bolsa jeans com poá amarelo

Uma amiga encomendou uma bolsa jeans com amarelo.
Escolhi poá porque gosto muito desse padrão.
O modelo a gente escolheu no Pinterest, trocando imagens pra lá e pra cá.


Para a bolsa ficar armada e parecida com a foto que nós combinamos, fiz um matelassê no jeans usando feltro no avesso.


Eu pretendia usar couro amarelo na alça, mas não achei, então resolvi usar cadarço chato de algodão.


E o acabamento de viés para garantir o charme da bolsa.
Para segurar as laterais usei uma tirinha de tecido presa por botão de pressão de plástico, desses de roupa de bebe.
Coloquei um bolsão interno também.



Minha amiga não veio buscar a bolsa e vendi ela na feira. Sorry Dany, mas a bolsa vai ficar com o seu nome, viu?

Echarpes de tecido para fazer em casa rapidinho


Para aquecer os pescoços nesta estação a Burda traz um passo a passo para fazer echarpe de forma fácil e rápida.


15 de junho de 2016

Toalha de mesa em viscose de bambu

 Uma amiga está mudando de casa e providenciando umas coisas novas para a decoração.
Fui com ela procurar cortinas (ou tecidos para mandar fazer), ela acabou comprando tecido para capas de almofadas e para toalha de mesa, cortinas não!
O tecido da toalha de mesa (na verdade é uma mesa redonda lateral que sustenta uma linda samambaia) é viscose de bambu. Um pano bem macio e mole, que não amassa muito.


Fiz a toalha quadrada a pedido da dona, com 1,5 de lado.
A barra tem 1cm aproximadamente, e os cantos mitrados.


Embora o pano não seja o mais comum para toalhas, achei que ficou ótimo o resultado.

Bolsas na Burda de junho (com moldes)

Para minha alegria, este mês a Burda publicou dois moldes de bolsas.
Um para fazer em tecido com dobradura, na revista tem o passo a passo ilustrado.



E o outro para fazer em couro sintético.

A Manequim uma época publicava um modelo ou dois a cada dois ou três meses, agora faz anos que não vem um molde.
Gosto muito quando elas lembram da gente, que faz bolsas.

13 de junho de 2016

Gola de trico rosa e azul

Em março o Blog foi sorteado no Novelos da Amizade da Circulo para Pratas.
Recebi dois novelos do lançamento para o inverno 2016, lã Cannes, um azul marinho e outro rosa bebê.
A lã é bem grossa e macia, mas o rendimento não é muito bom, dada a grossura da lã, não tem como o rendimento ser grande, né? Não dá pra comparar com a Seda por exemplo.
Tricotei um dos novelos pra ver o que rendia, desmanchei e resolvi trabalhar as duas cores juntas numa peça.
Fiz uma gola.


Essas lãs bem grossas ficam bonitas em pontos trabalhados, pois dá bastante visibilidade ao ponto escolhido.


Usei agulha nº 14 e trabalhei em ponto arroz duplo.
Coloquei 20 pontos na agulha e trabalhei metade em cada cor, alternando o lado da cor a cada 10 carreiras.


Usei botões para fechar a peça, assim dá pra abotoar de diferentes formas, de acordo com a roupa que se está usando.
Pin It button on image hover