LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

Carregando...

9 de julho de 2016

Bolsa bege floral em tecido de tepeçaria

Faz muito tempo que comprei este pano, é um tecido de forração tipo tapeçaria, mas quando comprei não vi que tinha um defeito no meio do corte e quando fui fazer o que estava planejado não dava, pouco pano.
Guardei.
Recentemente resolvi voltar a costurar e transformar o hobby em negócio.
Dei jeito em todos os panos guardados há anos.
Esse modelo retangular dá pra variar bem o tamanho, então pude aproveitar o pano com defeito.


Como é tapeçaria, precisei passar o tecido na overlock.
O forro é de tricoline.

Para segurar as laterais para dentro da bolsa, neste modelo escolhi usar tiras de tecido com lacinho.

8 de julho de 2016

Resultado da minha primeira feira - Picnik

Fiz minha primeira feira.
O Picnik foi bem legal, música boa, comida boa, gente bonita, muitos amigos caninos passeando com seus donos, um amigo meow.
Não sabia bem o que ia enfrentar, então me preparei como achei adequado.
Juntei uns cinco mil em produtos meus, de duas tias e de uma amiga, mas isso já contei.
Vendi aproximadamente 35% do que eu levei, reconheço que esperava um retorno melhor. E a maior parte das vendas foram para amigos e família que foram lá me prestigiar. Mas foi a primeira aparição pública da marca.


Comprei espaço de 2 x 2 m, achei que seria pequeno, descobri que poderia ter escolhido espaço de 1,5 x 1,5 m que teria sido mais adequado, além de mais barato 100 reais por dia. Fica a experiência.


Com certeza o melhor aprendizado foi a troca de experiências com outros vendedores. Ao meu lado tinha três marcas dividindo o espaço, não sabia que isso era possível com produtos diferentes. 
As meninas dividindo o espaço são ótimas, pós feira me incluiram em um grupo só para feirantes no whatsapp no qual as pessoas dividem informações de feiras e eventos de vendas.
Tornou minha inserção no mundo das feiras muito mais fácil.
Sou muito grata às meninas pela ajuda.



6 de julho de 2016

Porta-cartões verde floral

Não gosto muito de fazer peças pequenas de costura, mas essa carteirinha, ou porta-cartões, tem lugar garantido nas minhas produções.
O molde é fácil e aproveita retalhos, como não amar?!



Bolsa dupla-face azul e floral

Comprei um tecido com estampa digital da Telanipo com desenho de bolsa, para cortar e costurar.
O modelo é bem bacana, o material também. Impresso no tecido vem um passo a passo para montar a bolsa.



Aproveitei para tirar o molde e guardar para peças futuras, é um molde bem comum na internet, mas que ainda não tinha conseguido salvar, teria que fazer meu molde, então fui enrolando.
Quando tirei o molde, descobri que a impressão é meio torta, para quem tem prática na costura de bolsas é bem fácil de arrumar, para quem não tem, talvez depois de pronto se identifique um centímetro de diferença.
Escolhi uma estampa azul, já que azul é minha preferência.
Apliquei feltro no avesso de um dos lados da bolsa para dar firmeza. 

O único segredo para costurar a bolsa é o acabamento para a alça.
Fiz uma foto de como fazer: primeiro costura as partes iguais uma à outra, depois puxa para o direito, passa as bordas para dentro e arremata com pontos à mão.

A bolsa pronta ficou assim:


5 de julho de 2016

Revista Manequim de julho de 2016



A revista Manequim continua publicando moldes em poucos tamanhos, ou tamanho único.
Este mês tem saias e blusas do meu número.



Adorei essa saia jeans. Vou fazer uma para mim.

4 de julho de 2016

Flores de crochê na decoração de bolsas

As flores de crochê são meu calo. Não sei fazer direito, sempre que quero fazer uma para decorar uma bolsa recorro à internet, principalmente ao Pinterest.
Desta vez aproveitei a receita para fazer flores para duas bolsas.

Na primeira usei linha da circulo orquídea ou outro nome de flor, tinha um restinho de novelo em casa.

Costurei elas na bolsa e arrematei o centro com uma conta dourada.

Já para a bolsa preta usei linha Ibiza da Pingouin.
Optei por fazer um broche, com acabamento em botão de metal.


2 de julho de 2016

Revista Burda de julho de 2016

Na revista Burda de julho de 2016, além do cão lindo na capa, gostei muito dos modelitos.

Com destaque a camisa com essa pala linda e ainda por cima azul. Não gosto da combinação com a saia marrom cobre, embora também goste da saia, mas usaria as peças separadamente.

O macacão esportivo também me chamou a atenção, com cara de muito confortável.

O vestido azul com decote trabalhado e saia evasê me encanta.

A blusa com detalhe nas costas é relativamente simples, e com um blazer vai bem em qualquer evento social.

O vestido, com o mesmo corte da blusa, soltinho e fresco, ótimo para o clima da Capital.

O modelo retro, embora não tão adequado ao clima daqui, é sofisticado, e essa cor é incrível.

Capa para notebook

 Resolvi aproveitar um retalho deste tecido lindo de raposas da Eva e Eva e fazer uma capa para o meu notebook.
Acontece que acabei vendendo ela na minha primeira feira.
Preciso fazer outra qualquer hora dessas.


 Fiz a parte de cima de tricoline, a parte de baixo e a tampa de jeans, e o forro de moletom com o avesso de pelúcia.

Fiz uma divisão dentro, para colocar carregador e mouse se correr o risco de machucar o computador.

1 de julho de 2016

Preparação para o Picnik, minha primeira feira

Com a mudança do meu status no trabalho, e como já tinha vontade há muito tempo de seguir o rumo da costura e das manualidades, resolvi me registrar como MEI e fazer feiras.
Para começar com o pé direito decidi logo p[elo Picnik Festival.

Fiz alguma pesquisa sobre imagem e apresentação dos produtos, e com a ajuda do namorido, resolvi usar uma estante de caixotes de feira, um cabideiro e uma arara no evento.

Os caixotes nós compramos no Ceasa (mercado negro, porque me disseram que a comercialização de caixas está suspensa pela administração).


Com a assessoria de um vendedor do setor de marcenaria da Leroy Merlin nós compramos uma lixadeira, lixas, selador e verniz, e o namorido vez o trabalho pesado de deixar as caixas lindas.




As caixas foram uma opção muito boa, pois servem também para o transporte e armazenamento das peças entre uma feira e outra.


O espaço que eu comprei mede 2 x 2 m, como não tinha ideia de espaço, marquei no chão da sala de casa e distribui as coisas, serviu tudo.


O Picnik tem estrutura e superevento, e foi muito bem organizado e estruturado.
Também fiquei bem localizada, numa esquina de trafego continuo de pessoas, em uma das entradas do evento.
Mas essa estrutura tem um custo, 300 reais por dia.
por esse evento como era meu primeiro, não fiz cálculos de retorno ou qualquer cálculo. Me joguei sem nenhum conhecimento prévio, as vezes a gente precisa dar o primeiro passo mesmo sem saber o que está na nossa frente, certo?!

Para ter umas vinte bolsas prontas para a feira trabalhei bastante nos dez dias antes do evento.



Como eu não tinha muita mercadoria,  juntei coisas de duas tias, uma com tricô e crochê, outra que pinta camisetas, e levei ainda coisas de uma amiga que costura como eu.
No total juntei uns cinco mil em produtos, sem saber se era um valor razoável.

Num próximo post como o resultado.

29 de junho de 2016

Aproveitamento de camisa social

Adoro um reaproveitamento.
Essas ideias para aproveitar as camisas que sofreram algum desgaste e não caem bem são ótimas.
As propostas são da Revista Burda.


O pinterest também tem muitas propostas interessantes:
Artigo de www.decoracaoeinvensao.blogspot.com.br

Artigo de www.espacoinfantil.com.br
Artigo de www.guriasdeideias.blogspot.com.au

Pin It button on image hover