LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Pesquisar este blog

28 de junho de 2017

Bolsa Marcela em sarja preta

Vou começar me desculpando, as fotos não são das melhores.
Mas esse é o quesito em que eu mais peco, por favor, me desculpem, vai melhorar...

Essa bolsa é uma adaptação de um molde que veio na Manequim uns anos atras, gosto muito dela, porque é bem versátil.

Nesta edição fiz em um tecido de algodão que tem um relevo xadrez, bem resistente, usado em uniformes de bombeiros e seguranças - não lembro o nome.


Ela é feita a partir de dois semi-círculos com aproximadamente 50cm de comprimento por 32cm de altura na parte mais larga.
O fechamento é com ziper de 40cm.
A tira de amarrar (alça) mede a largura do tecido por 4cm depois de pronta.


O poncho rosa no manequim foi feito com uma lã bem gostosa da Aslan Trends.

20 de maio de 2017

Porta-óculos de leitura

Os porta-óculos de tecido são bem leves e práticos, cabem no bolso da bermuda ou do paletó/ blazer, e nas bolsas não pesam nada.




Avental floral

Faz um tempo eu desenhei um modelo de avental (usei um velho como referência) para fazer para o SVPI usar como uniforme em eventos.
Desde então uso o molde para as peças que eu tenho encomenda.
Este foi feito com tecido impermeável e tricoline (alças)


17 de maio de 2017

Lixinho para carro floral azul

Fiz uns lixeirinhos para carro. Não são do portfólio da marca, mas as vezes a gente recebe umas encomendas diferentes e já aproveita faz mais.
Não gosto de plástico porque dificulta a lavação, com o tempo quebra, rasga... Então usei tecido impermeável para fazer o forro.


A alça com botão de pressão facilita colocar no carro.


Os bolsos externos servem pra organizar alguns itens, apoiar os óculos de sol... Alguns carros não tem apoio adequado pra lenço de papel por exemplo.


Porta-cartões coloridos e divertidos

Olha que linda variedade de tecidos nos porta-cartões:



15 de maio de 2017

Xale de tricô colorido

Como eu gosto de aproveitar os restinhos de tecido e de lã.
Adoro as encomendas fora da caixa...
Uma amiga que faz feiras em Brasília, ela faz costura criativa, coisas bem lindas, me pediu um xale bem colorido, perguntei se podia usar restinhos variados; a resposta foi SIM.
Assim nasceu este xale de tricô, feito de forma bem simples, em meia, iniciado pela ponta, fiz um aumento de cada lado a cada duas carreiras.


As franjas já deixei de cada linha.
Comecei pelos restinhos menores, deixando um pedaço no início da carreira e o que não ia render outra carr no final.

Peça única, nem querendo dá pra repetir.
E demora um tempo pra gente ter material pra fazer outro similar...


13 de maio de 2017

Necessaires retangulares - muitas opções

Necessaires retangulares são um clássico da costura criativa.
Por enquanto tenho usado entretela para dar corpo, mas pretendo começar a fazer só com os tecidos, usando jeans de reaproveitamento como forro.


Bolsa Regina em veludo laranja, verde e bege

Uma bolsa de veludo é pura sofisticação.
Alguns veludos são incríveis. 
Este é de forração, vendido em lojas de tecidos de decoração, adorei a combinação de cores ma estampa abstrata.


A bolsa Regina foi feita a partir do molde Phoebe bag, disponível gratuitamente na internet.

10 de maio de 2017

Necessaires tigela de bichinhos

Dia desses no Taguacenter achei um tecido estampado de necessaires meia tigela.
Comprei e fiz logo numa sentada.
E elas venderam bem, foi um bom investimento.


Coloquei uma argola de chaveiro em cada peça, por que são tão pequenos que viram chaveiro facilmente.


Bolsa Marcela em veludo bege

Este modelo em meia lua adaptei de um molde da Manequim.

No começo eu passava trabalho com o zíper, até entender que é como uma grande necessaire, a partir daí faço ela bem tranquilamente.

Usei veludo de forração pra confeccionar a peça.


Gosto de usar argolas grandes o suficiente para passar a mão, mas não ando encontrando elas em Brasília a preço razoável.
A alça é um tira de tecido que pode ser usada de várias maneiras.

8 de maio de 2017

Bolsa de mão Teresa preta

A bolsa Teresa em preto ficou linda, embora eu não possa dizer o mesmo destas fotos...

O modelo pode ser usado na mão ou com a alça de ombro.


A bolsa é feita em carreiras ovais, para não precisar costurar no final.
Começo com 20 ou 22 corr, dependendo da grossura do fio de malha.


6 de maio de 2017

Bolsa Lilian dupla-face pink com caramelo

Por aqui sempre tem estampa de gatos, umas uso mais feliz, umas murrinho pra não gastar...
Quando me empolgo corto as bolsas grandes, elas se vendem muito rápido - todo mundo gosta de gato, se não do bicho diretamente, do que ele representa: independência, sabedoria, sensualidade, equilíbrio; além de serem fofinhos e engraçados.

A bolsa é dupla-face, o que quer dizer que pode ser usada dos dois lados.
Foi feita toda em tricoline.


Aqui no blog tem esquema para fazer o molde e passo a passo pra costurar.


3 de maio de 2017

Porta-óculos Joyce - mais opções

Quem não gosta de uma necessaire nova?
Este modelo é bem prático e pode ter muitos usos.
Foi desenvolvido para ser porta-óculos, mas pode ser estojo, necessaire pra maquiagem, pra remédio, case para agulhas de crochê...
Elas saem aqui todo o tempo.


Bolsa Jussemara dupla-face jeans e amarelo

Este modelo é Lisa Lam, gosto muito, faço com frequência, do original, diminui a alça.
Neste modelo é onde tenho conseguido fazer as combinações mais ousadas de cores e padrões.


Desta vez juntei jeans (que combina com tudo), uma estampa digital bem linda geométrica e amarelo.

As bolsas dupla-face sempre tem este bolsinho solto / pendurado, pra jogar pro lado de dentro, seja ele qual for.


Está nos meus planos começar a usar jeans reaproveitado, muitas calças jeans rasgadas, que já não tem uso como vestimenta acabam indo pro lixo antes do necessário. Um material bom e bonito com custo só de higienização.

1 de maio de 2017

Poncho de tricô laranja com tranças

Adoro as tranças, nunca perco uma oportunidade de fazê-las!
Este poncho é bem simples de fazer, e fica lindo.

O poncho é tecido em uma faixa larga retangular, e no final a gente costura uma lateral menor na ponta de uma lateral maior.
O acabamento com franjas é opcional.


Coloquei os pontos na agulha e trabalhei: 8 cordões de tricô, 8 pontos na trança, 16 tricô, 8 pontos na trança, 16 tricô, 8 pontos na trança, 8 cordões de tricô.


Não tenho anotada a lã que eu usai, mas guardo todos os rótulos, dia desses eu atualizo o post com a informação.

29 de abril de 2017

Bolsa Janice xadrez azul e laranja

Há muitos anos comprei uma revista de bolsas em alemão, linda, com muitas ideias legais. Minha dificuldade foi interpretar a construção das peças com moldes mais elaborados, como o desta bolsa.
Na verdade, até agora não tenho certeza se fiz certo, fechou, mas não ficou igualzinha a da foto...
De qualquer forma, gostei do modelo.
Outra barreira para a confecção da peça está longe da língua, trata-se de chegar material em Brasilia.
Esta alça comprei numa feira que passou pela cidade.


Usei um algodão xadrez para a parte de fora da bolsa, e dentro foi brim azulão.
Não sou muito do xadrez, mas este me atraiu na loja, é do tipo sem avesso, xadrez de verdade.


26 de abril de 2017

Carteira Giulia com ziper

Recebi a encomenda de uma carteirinha com divisórias e um bolso com fecho para moedas.
A cliente pediu tons de preto.
gosto de uns desafios, nós montamos o modelo juntas.

Eu gostei do resultado, a cliente também. 
A alça de pulso removível facilita uma saída rápida.


Vista interna, três bolsos pra dinheiro, documentos, cartões.


e o Bolso externo com zíper.


24 de abril de 2017

Cama de gato azul e cinza

Mais uma caminha de gato em fio de malha.
Este fiz pra casa de uma protetora aqui de Brasília que resgatou uns maine coons lindos.
O Maine Coon é a maior raça de gatos registrada. Eles são lindos, bem peludos, enormes.

Um kilo de malha era pouco pra fazer a cama, então comecei com cinza e acabei com o azul...

Fiz toda a peça em pontos baixos: o fundo seguiu a proporção 6, 12, 18, distribuindo 6 aumentos por carreira até ter o tamanho desejado.

O fio de malha nem sempre ajuda a manter a proporção, então se parecer que vai virar chapéu a gente precisa fazer mais aumentos na carreira, se parecer que vai embabadar a gente diminui os aumentos. 
Isto é sentir o fio, para muitas pessoas acostumadas a trabalhar com fio de algodão e barbante não poder seguir diretamente a receita pode ser complicado no início, mas o trabalho cresce tão rápido, que vale a pena se adequar ao material. 


Essa é a Afrodite, ela tomou a cama dos irmãos maiores.

Bolsa de mão Teresa lilás

Quando o fio de malha é de lycra eu me aventuro a fazer o ponto baixo centrado.
A lycra é bem elástica e facilita pegar o ponto no lugar certo, a gente faz menos força. 
Acho guerreiras as artesãs que tecem ponto baixo centrado em qualquer fio de malha. 


O fio era bem assimétrico, então a bolsa ficou um pouquinho torta, mas faz parte da charme do fio de malha as peças não sairem retinhas, planinhas, perfeitas...

To fazendo as bolsas Teresa do tamanho de ipad, que serve também de capa pra quem queira levar na bolsa, o fio de malha garante uma boa proteção.


22 de abril de 2017

Bolsa Luz dupla-face preta e roxo

Adoro fazer peças que possam ser usadas de várias maneiras, otimiza o guarda-roupas, facilita as combinações, e as bolsas de tecido ainda são ótimas pra se levar na mala.

Para esta peça usei um tecido de algodão com textura quadriculada (não lembro o nome),  sei que é usado em roupas profissionais de bombeiros e em roupa para motociclistas.
E o outro lado é de tricoline estampado.


E o outro lado é de tricoline estampado.


19 de abril de 2017

Bolsa Luz veludo bege

Gosto de trabalhar com uns veludos nas peças de inverno.
Não que eu faça coleções de verão e inverno, mas dependendo da época as peças saem com mais cara de calor ou frio, praia ou ambiente urbano.

O material desta bolsa é um veludo de forração.
O molde adaptei de uma revista antiga de patchwork.
Ela chama-se Luz porque é a primeira bolsa que fiz o molde.


O modelo pode ser usado com as laterais abertas também, fica bem legal.


17 de abril de 2017

Cama de gato azul e vermelho

Minha tia que tem gatas, precisava de uma caminha para colocar em um móvel de gato, com toquinha, bem legal.
Para combinar com as cores do móvel, escolheu azul e vermelho.

Sabe como é, aqui em casa tudo de gato sai testado...

Serviu direitinho no lugar desejado.

Mafalda plena na cama alheia.

Bolsa de mão Teresa em crochê bege

Raras as peças que eu fico dentre as que eu produzo, esta é uma delas.
Feita em fio de malha bege, com tassel e alça de ombro que eu reaproveitei de uma bolsa antiga minha.


A bolsa Teresa é feita em carreiras ovais, pra não precisar costurar as laterais.
Ela é toda em pontos baixos pegando pela alça de trás.


15 de abril de 2017

Porta-óculos de leitura

Algumas peças que fiz com o molde de porta-óculos de leitura, umas combinações de cores e estampas.




Molde da Revista Patchwork Passo a Passo, nº 5, Ed. Casa Dois

Coleção em preto e branco

Nem só de cores se faz a vida, o preto no branco também é bem importante.
E lindo!

Me agrada muito a paleta de tons de cinza.





Pin It button on image hover